Crônicas, divagações e contestações sobre injustiças sociais, cultura pop, atualidades e eventuais velharias cult, enfim, tudo sobre a problemática contemporânea.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Marolinha de M...


Casos de corrupção política como o do Arruda me fazem pensar “Política DEM... quer dizer de M... Sacou o trocadilho?
Já que o lance deste post é política – e eu prometo não me estender - vamos ao assunto do dia por aqui:

Presidente Lula diz que o importante é tirar o povo da ‘merda’ independente de rivalidades políticas.

Primeiro pensamento que me veio à mente: Lula fala ‘merda’. Interprete como você quiser.

Só uma pequena divagação... Se o mesmo cara diz (num outro contexto, admito) que o que vai nos atingir é só uma marolinha e depois diz que quer fazer o que for necessário pra tirar o povo da ‘merda’... Apenas consigo concluir que é melhor não fazer onda com isso tudo.

E pra não desperdiçar a oportunidade, aqui vai uma tirinha safada pra entretenimento alheio:

Nota do Blog: Nenhum personagem foi maltratado, torturado ou mergulhado em uma piscina de dejetos.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Lombardi nos deixou


Lombardi nos deixou. A voz mais famosa do Brasil (claro, depois daquela que fica na consciência de todo brasileiro dizendo SEU OTÁRIO!) se calou. É o sinal dos tempos. E outra: Assim como falta luz por atacado no Brasil - no Rio de Janeiro, e no varejo – o Flamengo, finalmente, se aproxima do tão almejado PENTACAMPEONATO (diferente do Vasco que, mesmo na segundona, JOGOU E GANHOU. Ou seja, título brasileiro legítimo. Não tô dizendo que o mundo tá diferente?

Pra compensar o apagão, bandidos incendeiam ônibus pela cidade maravilhosa – dizem as más línguas que é protesto pela ocupação de favelas pelo estado, mas eu SEI que é um manifesto agresssivo pelas constantes faltas de luz. Até porque, todo mundo sabe que, salvo essas exceções de armagedon, apocalipse e tals, nem f#$dendo que falta luz na favela. Aliás, só Madonna tira onda de não ficar sem Luz (ta da tchisss).

Só um adendo sobre a sonhado penta dos “framengu”. Assim como outras torcidas, milhares de matutos conseguem ficar uns 3 (disse TRÊS) dias numa fila por causa de um ingresso. Um jogo. Só o que eu acho esquisito é que esse mesmo povo arma barraco por esperar umas horas no hospital, dizer que teve que se prejudicar no trabalho por causa disso e chorar por ter que pagar uma nota por remédios (essas reclamações se estendem a diversos serviços públicos também).

Enfim... o SBT e o Brasil se despedem do locutor mais famoso do país, mas o céu recebeu uma grande personalidade.