Crônicas, divagações e contestações sobre injustiças sociais, cultura pop, atualidades e eventuais velharias cult, enfim, tudo sobre a problemática contemporânea.

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Xena É Presa Por Protesto Pelo Meio Ambiente


Onde esse mundo vai parar? Se os grandes guerreiros da história não conseguem ter voz, o que será de nós? (sem contar a quantidade de P's no título da matéria!).

Xena, a princesa guerreira, foi detida ao fazer um protesto ambiental. Segundo fontes ligadas a este blog, a corajosa mulher afirmou ter motivos biológicos para tal atitude. Ela teria feito isso procurando assegurar um mundo com condições para que seus filhos possam viver sem se preocupar com devastações e agressões ao meio ambiente.

Hércules, amigo de longa data da acusada, publicou nota de apoio e disse que essa já era uma preocupação desde os tempos de César. Gabrielle, amiga íntima da família, acusa autoridades de perseguição pela fama de valentona que a comadre tem.

Outras personalidades do mundo dos famosos e do Olimpo se manifestaram a respeito:

"Acho que o Olimpo não precisa dessa má publicidade". (Belo - Acreditando se tratar da casa de shows da Vila da Penha).

"Isso é tudo muito injusto, ela nem empunhou a espada!". (Um centauro que não quis se identificar).

"Ela é, como dizem? Uma eco-chata!". (Bórias - Ex-namorado).

25 Anos Depois: Frank Dux e Chong Li Não São Mais Desafetos


Frank Dux, militar reformado da força aérea estadunidense e Chong Li, antigo trabalhador das plantações de arroz chinesas - e aluno de Bruce Lee nas horas vagas -esqueceram o desafeto e selaram a grande amizade posando para uma foto e um vídeo de um turista que passava férias na China. Aparentemente o turista procurava por um suposto torneio secreto de luta, mas ele nega.

Advertido pelos camaradinhas bons de briga - e de copo - que violência só gera violência, o turista, as fotos do momento de lazer numa rede social. Ele ainda afirmou que os dois bebiam refrigerante de limão com Big Apple. Dux também demonstrava estar soltinho na balada e dançava com populares ao som de Os Hawaianos (esse vídeo você confere aqui).

Um fã que se aproximou durante as fotos teria sido repreendido ao pedir que Chong Li mexesse as "tetinhas".

Exterminador e Rambo de molho e... COBRA?


Famoso fortão dos cinemas encontra com antigo rival na fila para cirurgia no ombro. O fato ocorreu no longínquo dia 8 de fevereiro (longínquo porque o carnaval ainda era uma expectativa emocionante, agora é cinza).

Arnold Schwarzenegger foi se internar para uma cirurgia no ombro - devido à sobrecarga física das gravações de seu próximo projeto Os Mercenários 2 - encabeçado por Sylvester Stallone. E quem o Ex-Governador do futuro encontra na fila para cirurgia? Sylvester Stallone!

Sim, Rambo Balboa estava logo atrás (UIA!) do Exterminador do Futuro. Agora, se o T-800 precisa de cirurgia, quem irá nos defender de uma guerra nuclear entre homens e máquinas? Rambo também tá de molho... Ah, já sei, chama Marion "Cobra" Cobretti!

Pelo menos, de frase de efeito a gente tá garantido!

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Débora Brasil: Primeira Morena do Tchan é Cantora Gospel


Débora Brasil, a primeira morena do É O Tchan, hoje, é cantora gospel e se prepara para gravar seu próprio CD, depois de ter participado de um DVD com outros artistas do segmento.

Percebem a ironia? Hoje, as duas dançarinas originais do grupo - na época, conhecido como Gera Samba - Carla Perez e Débora Brasil, são evangélicas. Achei interessante - apesar de soar meio clichê "quando as coisas dão errado: BANG! carreira gospel", achei um fato curioso, que, segundo matéria do jornal Extra, a única com quem Débora mantém contato ainda é justamente, Carla Perez.

Bem, achei legal ter notícias de Débora, que apesar de ter sido substituída pela fantárdiga Scheila Carvalho (na maior demonstração de oportunismo do grupo/empresa, com aquele concurso no Faustão), sempre tive uma certa "peninha" por ofuscarem Débora enquanto dançarina do grupo. Dizem que era por conta do relacionamento que ela tinha com Beto Jamaica, então vocalista (merecia aspas isso) do grupo.

Enfim, pra quem quiser dar uma conferida na nova conduta de Débora Brasil, aqui tem um pequeno vídeo com um trecho cantado por ela. Mas aviso logo, a qualidade do áudio está tosca, provavelmente, filmado diretamente numa câmera digital sem canal separado. Mas o ritmo parece legal.

Alguma chance do Cumpadi Washington dar uma palhinha com seu "TCHAN! TCHAN! Tu Tu Tu Tu Tu Paaá!"?

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Família de laranjas é atropelada em Cascadura, nesta quinta, 23 de fevereiro..

Fotos e reportagem por Fernando Sagatiba

Uma família inteira de laranjas morre atropelada nesta quinta-feira, 23 de fevereiro, em Cascadura, subúrbio do Rio de Janeiro.

Testemunhas informam que as laranjas caíram de um caminhão que fazia a curva na esquina da Avenida Dom Hélder Câmara (antiga Avenida Suburbana) com a Rua da Pedreira. O cenário era desolador, laranjas espalhadas pelo chão, corpos mutilados e em processo de decomposição. O cheiro de suco de laranja era bem forte nas proximidades.

A polícia não descarta a hipótese de suicídio coletivo. Pessoas que passavam pelo local também tiveram seus depoimentos coletados para confirmar se o motorista do caminhão cometeu alguma imprudência.

Sem dúvida é um momento de grande comoção depois de momentos tão alegres com o campeonato da Unidos da Tijuca e a vitória por 2 x 1 do Vasco, sobre o Flamengo, no clássico da última rodada. Ambos nesta quarta, 22.

O caso é um dos mais chocantes dos últimos anos no pacato bairro, somente comparado ao atropelamento de uma família de tomates. Um comerciante que trabalha próximo ao local há mais de 25 anos afirmou que as últimas palavras de uma das vítimas foram: "Olha o caminhão!", enquanto um parente seu respondeu "Onde?". Ambas silenciadas com um trágico "plrrr!".

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Jornalista: Qualquer Um de Nós?


Sabe aquela história de que, com a profissão de jornalismo não exigindo mais o diploma como pré-requisito obrigatório para ser exercida, qualquer um poderia ser um jornalista? Foi uma discussão recente até que certos argumentos lógicos surgiram.

Por exemplo, você pode crer que um dentista sabe infinitamente mais sobre assuntos ligados à sua profissão do que um jornalista, mas ele vai ter o preparo pra cuidar de dentes e saber como escrever sobre isso? O jornalista pode se especializar no assunto e ainda vai ter a base acadêmica e intelectual para tratá-lo.


Agora me surge o site Brasil 247 e me diz que todos são produtores de informação e podem atuar como jornalistas.. CUMA?! A notícia é essa aqui e ao que parece, pelo texto, o referido site generaliza - e por que não dizer que banaliza - a profissão do jornalista. Não sei se pra aumentar o interesse dos curiosos que só querem ter o nomezinho estampado na internet pra se sentirem importantes, ou se querem incentivar o jornalismo colaborativo pelos motivos errados, só pra não procurar profissionais formados e capacitados e remunerá-los de maneira condizente.

É aquele negócio, voltemos ao exemplo do dentista, se um profissional que cuida da saúde bucal tem o conhecimento técnico e prático, ele bem que poderia ser uma boa fonte para o jornalista especializado em escrever essa área da saúde, pois, um dentista não estuda o comportamento da sociedade e os padrões estabelecidos para saber como escrever e a melhor maneira de se abordar seu público.

Enfim, você passa 4 anos se preparando para ser um profissional devidamente capacitado e vem um veículo de internet auto-intitulado 'jornal' e confunde ainda mais as pessoas. Imagina quantos leigos olharão para essa 'notícia' e se sentirão capazes de denunciar, fofocar ou apenas informar sem o menor discernimento entre uma coisa e outra, além da apuração e os meios de se abordar e pesquisar.


Ser jornalista não é só fotografar ou filmar um acontecimento curioso e repassar para ter publicidade pessoal em um ambiente onde qualquer um com uma câmera pode se sentir famoso. Pra isso já existem redes sociais e blogs pessoais.

Qualquer um pode produzir informação, mas não é qualquer um que pode ser jornalista!

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

O Limite da Imprensa


Caracoles, é nessas horas que ser jornalista atrai aquele julgamento de que todo jornalista é um fofoqueiro nato. Lembram do caso Eloá? A jovem que namorava um rapaz de índole duvidosa e que acabou por ser vítima de sequestro pelo mesmo? Além da acusação de assassinato da garota.

Fora o grande circo que a coisa se tornou em 2008, lembro bem de, já na época, ter ficado irritado com a "necessidade" da imprensa de entrar em contato com o sequestrador e, na minha opinião, interferir no caso dando ao meliante a fasa impressão de ser o astro do momento. Não sou entendido no assunto, mas acho que quanto menos informação o sujeito tiver, menos pode achar que tem condições de comandar uma situação com reféns.

Se o jornalista não tem a noção de que pode sim, atrapalhar uma operação policial, então ele é um estúpido ou é mais falso do que uma nota de três reais. Foi o que pensei quando li esta notícia aqui. Nela, o apresentador da Record, Reinaldo Gottino, foi convocado a testemunhar sobre o caso, no julgamento do acusado Lindemberg.

O apresentador afirma que a culpa não foi da imprensa, foi da polícia. Oras, se você é jornalista e se mete a falar com um sequestrador, durante o sequestro, ANTES da polícia??? Como assim, você tira uma de negociante da polícia - sem o ser - faz a coisa parecer apenas uma exclusiva e dá o gostinho de falar em rede nacional pra um bandido... Ah, outros colegas também foram convocados. Assistam ao filme o quarto poder e você vai ver pela sinopse que o caso se encaminhou muito parecidamente no que diz respeito ao comportamento da imprensa oportunista e egoísta.

sábado, 11 de fevereiro de 2012


Siga exemplos pelos exemplos, nunca pelas pessoas. Do contrário, corremos o risco de homenagear alguém que só teve um momento de sorte ao fazer algo bom, ou condenar uma pessoa boa que eventualmente tenha atraído as atenções logo num momento ruim.

Um bom exemplo de exemplo (hein!?) a ser seguido por uma fonte altamente duvidosa - pra não dizer absurda - é o simpático e misterioso ET Bilu. Sim, o bacana disse "busquem conhecimento", até aí, você pode dizer que é uma forçação de barra - e é - mas, analise oque eu falei sobre visar bons exemplos e não enaltecer as fontes. O

Olhe pelo lado da fluência de nosso idioma e lembre que o ministério da educação pensava em aceitar diversos erros de Língua Portuguesa como "maneirismos" pra evitar constrangimentos a quem não conhece o próprio idioma frente à sociedade.

Oras, se tantos gringos falam bem Português, deveriam planejar uma educação de qualidade e parar de inventar m*erda. E sob esse ponto de vista, prefiro seguir o exemplo do ET da TV do que dos magnatas que comandam a intelectualidade do país.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Infernais Passarinhos Zangados?!


Angry Birds. Sabe? Angry Birds? Passarinhos estilosos dos viciantes joguinhos em que você arremessa os bichinhos contra estruturas e porcos verdes (ou macaquinhos debochados) para mostrar que ninguém rouba ovos de passarinhos, ou aprisiona seus pares sem que haja retaliações severas!

Pois é, a produtora Rovio - empresa responsável pelas aves invocadas - está em negociações com o Kiss (a banda que mais entende de merchandising no mundo e no inferno) para lançar um produto da banda no formato do jogo. Não se sabe se será um novo game ou um desenho... enfim... fiquem com os patinhos de borracha da banda pra se ter uma ideia do que pode vir por aí:

Safadeza das mais legais, né? Isso porque eu nem entrei no mérito dos hidratantes labiais, gibis e Hello Kitty (?!) temáticos da banda do demo mais espetacular do terceiro planeta.

Agora, vejam o que eu imagino quando se fala em porco verde:


E isso é o que mentes realmente insanas... insanamente lógicas veem:

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Coletivo Preza pela Coletividade



Vi essa campanha e sou totalmente adepto!

DIVAGAR É PRECISO: Sociedade Machista é Coisa de Homem! Não?

DIVAGAR É PRECISO: Sociedade Machista é Coisa de Homem! Não?

Sociedade Machista é Coisa de Homem! Não?


Já se vai longe o tempo em que os padrões da sociedade foram estabelecidos, mas gostaria apenas de falar um pouco sobre minhas impressões sobre isso antes de entrar no assunto propriamente dito. É importante frisar que os padrões são impostos por um grupo e aceitos pela maioria. Nada de pensarmos que os padrões se formaram e a sociedade foi aceitando. Do mesmo jeito que tradições religiosas - essencialmente católicas - fora designadas com interesses políticos, comerciais e de manipulação social.

É bem verdade que - mulheres, não me matem - o sexo masculino tem uma certa "supremacia". Calma, explico! Não há superioridade alguma aqui, e nem tanto pela força física, ou pelo menos, não diretamente, os machos das espécies animais - e somos um desses grupos - sempre possuíram a função biológica e sociológica de proteger e liderar o bando. Pensemos em como essa evolução se deu naturalmente para o ser humano, quando passamos a formar sociedades com relações e camadas complexas de relacionamentos diversos. Dá pra entender, pelo menos o processo, não as razões para a manutenção dessa fórmula pronta, onde o homem nomeia até a raça humana no geral e a mulher passa a ser a representação da beleza, sensibilidade e tudo aquilo que é bonito, acolhedor, mas não prático, logo, não capaz de reger uma sociedade.

Vamos divagar agora: Com certeza, por auto afirmação, homens decidiram excluir as mulheres do controle da sociedade. Mistificando a figura feminina dos ritos pagãos como algo maligno, acusando as mulheres de possuir dons de bruxaria e a necessidade de se queimá-las e afogá-las - o que aconteceria com negros e suas religiões "primitivas" (não católicas), mas isso eu falo depois, pois ainda me incomoda a ironia de certas religiões evangélicas criticarem tanto o catolicismo e, mesmo assim, agir da mesma maneira que eles agiam há 700 anos. Enfim, uma divagação por vez.

O problema é que não se incinera mais mulheres em praça pública e temos presidentes mulheres por aí. Mas isso não significa que o mundo está equilibrando a balança dos direitos. É preciso mudar com educação, e isso vale também para feministas. Feminismo é algo tão estúpido quanto machismo. Mas, também não é culpa de quem aceita isso? Uma mulher aceitaria pagar o mesmo valor de ingresso que um homem paga numa casa noturna? Aceitaria ir ao trabalho com o corpo todo coberto - já que homens não podem usar chinelos, bermudas ou camisetas? Hein? Será que não há conivência passiva por parte de quem gosta do modelo como está? Existe muita mulher machista por aí, que repete aqueles conceitos de que homem não chora, mulher que não se pinta e não se veste como uma Barbie é um menininho, e essas coisas.

Sou a favor dos direitos iguais, mas será que a sociedade está preparada, ou mesmo com vontade de que haja mudanças? A constituição até prevê que direitos iguais sejam a tônica, mas mulheres e homens são diferentes, quer queiram, quer não. Há concessões aí pra serem analisadas e também acho que uma sociedade funciona melhor quando todos são vistos como partes iguais do todo, ou vamos seguir com o modelo de que mulher tem uma função e homem tem outra. Na verdade, o que importa mesmo é o respeito, independente do lugar a que um gênero tenta relegar o outro. Eu aceito mil vezes que mulheres ocupem os mesmos lugares que os homens, mas é uma transição ousada demais para se pensar do jeito que as coisas são hoje. Há uma série de mudanças na mentalidade das pessoas para se pensar em evolução.

Evolução sem planejamento não dá em nada. É preciso medidas, políticos e ativistas interessados em melhorar as condições da sociedade e não um grupo querendo tomar o lugar do outro. Só trocar as moscas ainda faz a m*erda ser a mesma. Dá nos nervos quando vejo uma mulher dizer que as mulheres é que teriam que controlar tudo, que seria tudo mais bonito e delicado, que mulheres não fariam guerras... como saber? Cuba vivia uma ditadura até que os revolucionários a derrubaram... para instaurar sua própria ditadura... pescou o lance? Resolveu?

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

A Opção Sexual... Opção?


Quando se fala em homossexualidade, de onde vem isso e como acontece, a primeira discussão é entre quem acha que é opção sexual e quem afirma que isso é de nascença. Vamos analisar as possibilidades de cada uma das correntes?

Se você acha que a pessoa escolhe ser gay a partir de algum momento na vida, então você pode dizer que o homo é um sem-vergonha que poderia ser "normal", mas não o quis. Preferiu tentar atingir a toda a sociedade decente com seu comportamento promíscuo, numa clara intenção de chocar famílias tradicionais e de bem. Tradicionais? O que é tradicional? (bem, isso merece um olhar mais atento, então, entro nesse mérito em posts futuros). No mais, se você tem certeza que o gay o é porque quer, você se acha no direito de "discordar" de sua personalidade. Pensando que isso é só um detalhe de caráter e comportamento, você diz que, com certeza, essas pessoas preferem criar uma boa polêmica incomodando os seres "superiores", quando poderiam, simplesmente levar suas vidas normais, héteros, trabalhadores e com suas vidas amorosas e sexuais bem resolvidas.

Agora, se você, como eu, acha que não só não é um mero detalhe comportamental, como trata-se de um traço de nascença (há quem afirme em questões de outras vidas, mas não vou por esse lado), então você pode respeitar um ser humano, que, no frigir dos ovos, simplesmente é o que é e não importa se não é como você, já que não é você que vive a vida daquela pessoa. Achar que isso é uma opção é achar - burramente - que todos teriam essa opção. Na boa, não escolhi ser heterossexual. Nasci assim e sou muito bem resolvido, não só quanto à minha sexualidade quanto à minha personalidade em geral. Ou seja, se um gay escolhesse o ser, estaria escolhendo todo um pacote de características e possibilidades em sua vida, que praticamente teria que cursar uma faculdade pra aprender. Mas, acho que algo é característico quando você o faz de coração, não?

Pensar que sexualidade é uma questão de opção é admitir que tudo na vida é opção. Você não nasce com jeito extrovertido, você escolheu ser assim; você não nasce com jeito para desenhar, escolheu ser assim; sendo assim, a expressão "talento nato" não existe - e se torna uma grande mentira, nada de dom divino, ou aptidão própria. Tudo é escolha. Aliás, já repararam que a heterossexualidade é tão "normal" que nem se conta isso nas pessoas, mas a hossexualidade sim, essa vira a identidade?

Falando sobre um 'hétero':
Lembra daquele cara do colégio?
Quem?
Um CDF que te ajudou a passar de ano...

Falando sobre um 'homo':
Lembra daquele cara do colégio?
Quem?
Um vIadinho CDF que te ajudou a passar de ano...

E que negócio é esse de achar que "respeito a opção" te faz um ser humano legal? Ninguém pediu sua opinião. Deve ter um monte de gente que "respeita sua opção" por alguma idiotice sua, mas ninguém levanta bandeira pra parecer tolerante. Desde que a "corja" não se aproxime de você ou de sua família, você respeita. Se se aproximarem, aposto (pelo menos 2 pra 1) que pessoas assim cochicham "boiola/sapatão". Não digo que uma criança já sabe se é ou se vai ser gay ou não, mas optar por esse caminho teria que ter muitas outras teorias pra embasar, já que "opção" sexual não poderia englobar sentimentos. Não se escolhe a quem amar, e não se escolhe que tipo. Não vê tanta mulher e tanto homem "hétero" que só namora quem não presta? Opção ou burrice?

O termo "opção sexual" realmente incomoda e reparei que só é usado por quem tem preconceito, mas não gosta - e/ou não consegue não consegue admitir. Nem vou comentar sobre as inúmeras denominações e siglas que mudam a todo momento buscando o politicamente correto perfeito, mas opção sexual, parece coisa de quem sai, olha uma vitrine e escolhe a peça que mais lhe interessa. A falha dessa teoria é que só satisfaz o ponto de vista de quem fomenta diferenças entre as pessoas, mas não atende à curiosidade de quem realmente busca debater sem julgar. Eu teria milhares de perguntas para os analistas do sistema social, afinal, sou um analista da problemática contemporânea assumido.

Acho que no caso de falar em opção, pessoas optam por assumir o que são e/ou o que vão ser perante a sociedade. Optar por ser, EU acho que não.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Sonhando Eu Sou Feliz

Eu sou feliz, sonhando eu sou feliz (...) Tô sonhando, mas eu sou feliz (...)

Não seria legal tirar férias e não ter de esperar até o fim de semana pra realmente fazer algo? Não seria legal se as férias já tivessem um dispositivo preparado pra nos deixar plenamente relaxados desde o começo? Não seria legal... bem, deu pra entender, né?

Lembrando a bela canção que diz que sonhando se é feliz, deixo você com uma imagem perturbadora de um bonequinho que confeccionei ano retrasado...

Galeria MDM - Fora do MDM


Bancando o vagabundo - só bancando?! - fiz essa arte conceitual de 99% dos "MDM's" que já passaram pelo site/blog Melhores do Mundo. Qualquer hora dessas eu publico a versão colorida - a lápis de cor, porque sou old school.